terça-feira, 20 de outubro de 2015

quando é tempo de casar?







Nossa crença comum nos diz que para contrair núpcias, um homem deve ter resolvido questões básicas de sua vida, tais como moradia (de preferência própria) profissão, carreira, um bom salário (quanto é bom?), terminado seu curso superior e outras, mas, quem foi que disse que tem que ser assim?

Sem dúvidas se resolvermos tudo isto antes de constituir família, facilita muito a vida, o problema é que a cada dia que passa, está mais difícil de conseguir estas coisas,  enquanto  se espera, a solução é correr na praia e tomar ducha gelada para acalmar os hormônios, que curiosamente insistem em não reconhecer as novas demandas de nosso tempo...

O academicismo tem feito com que as pessoas entrem em uma escola na alfabetização, e só saiam da escola no final do 3ºgrau, isto para logo à seguir iniciar uma série de pós graduações, extensões, mestrado, doutorado e etc, um ciclo sem fim. De novo, quem disse que tem que ser assim? Que todos que querem ir bem tem que seguir este trilho? (aliás, o que é se dar bem? Segundo quem?). 

Também é bom saber que se a escolha for por uma “carreira” não acadêmica, teremos a necessidade de desenvolver ferramentas e habilidades para fazermos outras coisas. Tudo tem seu preço.

Alguém sério já te disse que há mais vagas e com melhores salários para técnicos bem formados, que para estudantes saídos de muitos cursos em faculdades e universidades? Em certas áreas de atuação, um curso técnico é quase garantia de trabalho.

O sistema de ensino é feito de tal forma que ele gera a demanda pelo sistema de ensino, de tal maneira que se torna um ciclo sem fim, quanto mais se gradua, mais necessidade de graduação, como os graduados necessitam de trabalho, nada melhor do que criar novos cursos, especializações, graduações... não nos esqueçamos que é um sistema, ainda que não esteja atrás de lucros financeiros, necessita justificar-se para garantir sua perpetuidade. Existem por aí verdadeiras fábricas de diplomas que não melhoram em nada a vida e nem as condições de emprego das pessoas. Cuidado com as armadilhas...

Entendo que há pessoas que tem uma forte inclinação para serem acadêmicos, que bom, busquem em primeiro lugar o reino de Deus e façam isto, estudem! Necessitamos de pessoas que estudem tendo em vista em primeiro lugar o reino de Deus. Mas por favor não queiram formatar todos a este conceito.

Quando um homem está pronto para casar?

Pelos padrões atuais, ele só terminará a fase inicial de seu treinamento acadêmico sem fim, aí pelos trinta anos, com um problema, na maior parte das vezes sem jamais ter trabalhado de verdade. A esta altura vários outros problemas foram criados, ele já está mais para avô do que para pai (se me entendem), viveu tanto tempo sozinho com seus livros que se encheu de manias e hábitos difíceis de romper, e começa a pensar; uma mulher aqui vai acabar com minha privacidade, vai bagunçar minha vida, vai tentar arrumar minhas coisas e eu não vou encontrar mais nada!!! De outro lado as mulheres vendo o tempo passar e nenhum homem de verdade se manifestar para iniciar uma família em Deus, se dedicam aos estudos, carreira, (no que fazem bem), só que geram novos problemas, homens fracos se intimidam e pensam, como posso pedir esta moça em casamento, ela está bem melhor que eu... muitas mulheres priorizam suas carreiras e acham muito difícil abrir mão delas pelas demandas da família e terceirizam seus filhos, outras até se dispõem a fazê-lo e se sentem frustradas, e outras coisas mais.

Irmã o que você necessita não é de um super homem,  um galã hollywoodiano, um super executivo com renda na casa dos seis dígitos, tampouco morar no bairro mais chique da cidade, seus filhos não necessitarão estudar nas escolas mais caras, nem de roupas de marcas, o que você necessita (para constituir família) é de um homem que busque em primeiro lugar o reino de Deus e sua justiça, esta é a única garantia de que ele colocará você e seus filhos à frente de seus próprios interesses.

Rapazes, vocês não necessitam de nenhuma top model, capa de revista, nem perfeitas em qualquer sentido, vocês necessitam de uma mulher que coloque em primeiro lugar o reino de Deus e sua justiça, esta mulher saberá ser uma companheira idônea e vocês poderão juntos edificar o melhor de Deus para a vida de cada um, não saia em busca de uma bonequinha de luxo que você terá de acabar de criar e que não terá a coragem de te dizer as verdades que você necessita ouvir, busque um mulher à tua altura. Não se acovarde, muitas vezes você precisará de ouvir coisas que somente um mulher idônea poderá te dizer.

Quem busca em primeiro lugar o Reino de Deus:

Ama como Jesus ama.
Sujeita-se, como Jesus se sujeitou.
É humilde, volta à traz quando erra.
É manso, entregou seus direitos pessoais, não se exaspera.
É misericordioso, não fará exigências a você.
É pacificador, reconhece suas próprias faltas e age em busca da paz.
Ama a justiça.
Tem um único interesse (coração limpo).
Suporta a dor com perseverança.
Não se ressente....

Pode haver alguém melhor por companhia do que alguém que de fato busca em primeiro lugar o Reino de Deus?

Querido irmão, irmã, o que você precisa urgentemente é buscar em primeiro lugar o reino de Deus e sua justiça, o mais será acrescentado. 

Se buscarmos em primeiro lugar o Reino de Deus, as demais coisas nos serão acrescentadas, se buscarmos as demais coisas em primeiro lugar, o Reino de Deus nos será tirado.

Quem busca o Reino de Deus em primeiro lugar, sabe quais são as prioridades e vive de acordo com elas, ouve conselhos, sujeita-se aos demais, enfim tudo o que faz é apenas o resultado desta sua busca.

E o que é buscar em primeiro lugar o Reino? É colocar o Reino de Deus adiante de todas as nossas ações e reações, escolher deliberadamente fazer da maneira de Deus e não da minha. Não tem nada a ver com os estereótipos espiritualizados que a religião tanto gosta de mostrar, é muitíssimo mais simples, é tão somente colocar o interesse de Deus acima dos meus.

As coisas funcionam assim: enquanto você se ocupa dos interesses do Rei, o Rei se ocupa dos seus interesses. A “troca” nos é imensamente favorável!

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Porque as sucessões fracassam?










Um sumário do primeiro capítulo do livro "liderando a transição".

Porque as sucessões fracassam?

1- Estamos muito ocupados com as necessidades do presente.
2- Líderes bem sucedidos que gostam do que fazem, poucas vezes são sérios sobre sucessão.
3- Deixar o cargo é visto como abandonar o nosso posto, até como trair o nosso chamado.
4- A insegurança que nutrimos como líderes.

Moisés; devemos fazer tudo sozinhos?

O adjetivo “ocupado”, usado para descrever um pastor deveria soar tão mal aos nossos ouvidos, como usar adultera para descrever uma esposa e fraudulento para descrever um banqueiro. (Eugene Petersen)

Perigos do trabalho solitário.

1- No curto prazo ; cansaço e fadiga do líder e dos liderados.
2- 2 no longo prazo; se algo acontece ao líder, ninguém sabe o que fazer.

Antídoto para isto;

Os líderes devem “ensinar” as pessoas, não apenas dizer.

Porque alguns líderes acham difícil compartilhar o trabalho?
-na superfície parece um senso de compromisso.
-abaixo da superfície; impaciência e orgulho.

Que lições aprendemos com Moisés na liderança?

1- Sucessão começa com um líder que percebe suas limitações.
2- Sucessão continua com um líder que compartilha seu trabalho.

Quanto menos você faz, mais você realiza.



FORÇA X CÃS

Força x cãs   Muitas vezes ouvi de meu pai a seguinte frase; ah... se eu tivesse hoje a sua idade, com a...